Conheça os tipos de alergia e como tratá-las

O aparecimento repentino de bolinhas na pele, vermelhidão, coceira e muitos espirros pode indicar um caso de alergia. Apesar de parecer inofensiva, se não for cuidada, pode desencadear reações mais graves, principalmente em crianças.

Existem cinco tipos de alergias que podem surgir após o contato do corpo com alguma substância considerada estranha. Entenda cada uma delas:

– Alergia alimentar:
Algumas pessoas possuem sensibilidade a alimentos, como leite de vaca, amendoim, peixes e frutos do mar. Dependendo do nível de intolerância, algumas reações são leves e outras podem ser severas, por isso, após o diagnóstico da substância que causa a alergia, o recomendado é parar de consumi-la!

– Alergia ocular:
Geralmente acontece por causa da conjuntivite, provocando irritação e vermelhidão nos olhos, podendo ser tratada com medicamentos anti-histamínicos. Atenção, é importante evitar colocar as mãos sujas nos olhos para não agravar o caso de alergia.

– Alergia de pele:
Pode gerar casos leves e graves de coceira intensa, por isso o mais importante é identificar a origem do alérgeno. Entre as causas para a reação está a dermatite de contato irritativa, inflamação na pele decorrente da exposição a um agente capaz de causar a irritação ou a alergia, o uso excessivo do álcool gel pode gerar alguns casos. No tratamento, é necessário lavar o local e utilizar antialérgicos específicos que devem ser recomendados por um médico.

– Alergia respiratória:
Acometem a maior parte da população, sendo uma doença crônica que não possui cura, mas pode ser tratada para melhorar a qualidade de vida. As alergias respiratórias geralmente são desencadeadas após a exposição do indivíduo à ácaros, poeira doméstica, pelos de animais ou fungos e podem ser: asma, que causa falta de ar; cansaço e tosse; ou rinite alérgica, que provoca espirros, obstrução nasal e coriza. Para evitar os quadros de erupção da alergia é importante manter o ambiente limpo e realizar o tratamento indicado por um médico especialista.

– Choque anafilático:
É uma reação alérgica muito grave e que pode levar ao óbito, por isso exige muita atenção e cuidado. Os sintomas aparecem pouco tempo depois do contato com a substância que causa alergia, como camarão, veneno de abelha ou alguns medicamentos, causando inchaço da boca, nariz e olhos, dificultando a respiração, aumentando os batimentos cardíacos, provocando náuseas e vômitos. O tratamento precisa ser iniciado imediatamente, o recomendado nesses casos é chamar uma ambulância.

As alergias podem ocorrer em qualquer idade, mas é na infância que muitos sintomas se desenvolvem. Muitas alergias possuem predisposição genética, por isso, se a criança apresentar alguma das características mencionadas, verifique o histórico familiar e realize os exames clínicos indicados.

Identificar o tipo de alergia é o primeiro passo para controlar a doença, manter a casa ventilada e limpa, os colchões e travesseiros devem ser trocados anualmente e você pode investir em capas de proteção contra ácaros. Além disso, os diagnósticos de cada tipo de alergia devem ser realizados por meio de análises clínicas e testes laboratoriais.

Procure sempre um médico especialista para obter a orientação e seguir o tratamento correto!

Por Dra. Renata Orlandi, dermatologista do Hospital IGESP.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Buscar

+
X